Uma História da Maçonaria em Portugal – 1º lugar do Top 10 Circulo de Leitores

circulo de leitores - antónio ventura

 

Uma História da Maçonaria em Portugal de António Ventura alcançou o primeiro lugar no Top 10 da escolha dos sócios do Circulo de Leitores.  De relevante também é o facto de que todos os outros 9 livros serem de ficção e de autores estrangeiros.

Biografia: http://wikilusa.com/wiki/Antonio_Ventura

 

Conferência “Regularidade Maçónica”

Regularidade MaçónicaNo dia 28 de Março de 2014, sexta-feira, pelas 19.00H, o Museu Maçónico Português, realiza no Palácio Maçónico do Grémio Lusitano, a conferência “Regularidade Maçónica”, a apresentar por Prof. Doutor António Reis e Arq. António Marques Miguel, no âmbito do ciclo Sextas da Arte Real. Continuar a ler

O Eterno Retorno: Estudos em Homenagem a António Reis

livro Antonio ReisO ex-Presidente da Assembleia da República e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, Jaime Gama, apresenta hoje, às 18h30, na biblioteca da Assembleia de República, o livro “O Eterno Retorno: Estudos em Homenagem a António Reis”. Continuar a ler

Conferência “Constitucionalismo e Lutas Liberais – a Maçonaria em Portugal”


Novos Paradigmas -Constitucionalismo e Lutas Liberais - cartaz - Freemasonry Review - Wikilusa

No dia 22 de Fevereiro de 2014, sábado, pelas 16.00H, em Leiria, na Rua Maria Emília da Silva Carvalho nº 12, o Museu Maçónico Português, leva a efeito a conferência Constitucionalismo e Lutas Liberais – a Maçonaria em Portugal, a apresentar pelo Prof. Doutor Francisco Carromeu, no âmbito do ciclo Novos Paradigmas. Continuar a ler

Conferência “Maçonaria e Templarismo”

Sextas da Arte Real - Maçonaria e Templarismo

No dia 28 de Fevereiro de 2014,  sexta-feira,  pelas 19.00H, o Museu Maçónico Português, realiza no Palácio Maçónico do Grémio Lusitano, a conferência “Maçonaria e Templarismo”, a apresentar pelo Eng. Nuno Nazareth Fernandes, no âmbito do ciclo Sextas da Arte Real.

 Fernando Castel-Branco Sacramento

Director
Museu Maçónico Português
Rua do Grémio Lusitano nº 25
1200-211 Lisboa  

Membros do GOL pedem mais intervenção pública

GOLReunidos em Congresso, apelam a maior rigor nas entradas e pedem ao grão-mestre para assumir posições públicas sobre o estado do país.

Os membros do Grande Oriente Lusitano (GOL) querem maior rigor na admissão de novos elementos e defendem mais intervenção pública do grão-mestre. Estas foram as principais posições assumidas pelos ‘irmãos’ que, no passado fim-de-semana, reuniram-se em Congresso no Palácio Maçónico, no Bairro Alto, em Lisboa.

Mais de 250 maçons de várias lojas debateram 50 comunicações – metade das quais, apurou o SOL, alertavam para a necessidade de apertar as regras de adesão.

“Muitos defendem que é preciso ser mais exigente nas entradas, considerando que se permitiu a entrada de pessoas que não preenchem os requisitos – como ser livre, honesto, etc.”, refere ao SOL fonte do GOL, que neste momento tem 100 lojas e cerca de dois mil membros.

Esta questão dos iniciados tem gerado polémica no seio das lojas, e levou mesmo à suspensão de um ‘irmão’ – um funcionário da RTP – que exigiu a expulsão de Miguel Relvas através de uma carta em nome de uma loja (Pátria) que não constava dos registos do GOL. O caso seguiu para o tribunal maçónico e, segundo o SOL apurou, foi decidido recentemente aplicar pena de nova suspensão.

Outro dos aspectos que preocupa os maçons é a ausência de intervenção pública de Fernando Lima, que lidera a obediência. “Alguns acham que o GOL deve ser mais interventivo, fazer alertas e críticas públicas sobre a situação do país” – salienta um dos presentes no Congresso, explicando que alguns participantes defenderam que a situação económica e política do país exige declarações públicas dos maçons.

Catarina Guerreiro in SOL | 2 de Fevereiro, 2014

 

Obra completa de Fernando Pessoa para download

Fernando Pessoa por Bottelho

Fernando Pessoa  Copyright 2013 © Bottelho

O portal Domínio Público disponibiliza para download a poesia completa de Fernando Pessoa. Embora sem uma ordem cronológica adequada e com edições repetidas, o acervo contempla toda a obra conhecida do poeta português. Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, em Junho de 1888, e morreu em Novembro de 1935, na mesma cidade. É considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal.

Os seus poemas mais conhecidos foram assinados pelos heterónimos Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alberto Caeiro, além de um semi-heterónimo, Bernardo Soares, que seria o próprio Pessoa, um ajudante de guarda-livros da cidade de Lisboa e autor do “Livro do Desassossego”, uma das obras fundadoras da ficção portuguesa no século 20.  Além de exímio poeta, Fernando Pessoa foi um grande criador de personagens. Mais do que meros pseudónimos, seus heterónimos foram personagens completos, com biografias próprias e estilos literários díspares.

Álvaro de Campos, por exemplo, era um engenheiro português com educação inglesa e com forte influência do simbolismo e futurismo. Ricardo Reis era médico e defensor da monarquia, com grande interesse pela cultura latina.  Alberto Caeiro, embora com pouca educação formal e uma posição anti-intelectual (cursou apenas a primária), é considerado um mestre. Com uma linguagem directa e com a naturalidade do discurso oral, é o mais profícuo entre os heterónimos. São seus “O Guardador de Rebanhos”, “O Pastor Amoroso” e os “Poemas Inconjuntos”.   O crítico literário Harold Bloom afirmou que a obra de Fernando Pessoa é o legado maior da língua portuguesa ao mundo.

Aqui: Toda a obra poética de Fernando Pessoa para Download

Aristides de Sousa Mendes

aristides sousa mendes

Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches  GCC OL (Carregal do Sal, Cabanas de Viriato, 19 de Julho de 1885 — Lisboa, 3 de Abril de 1954) Cônsul português que contrariando as ordens de Salazar, sacrificou a  vida pessoal e da sua família, em prole dos  perseguidos pelo regime Nazi. Estimativas apontam para cerca de trinta mil vistos emitidos pelo cônsul Sousa Mendes, dos quais dez mil a refugiados de confissão judaica. Entre eles o de Salvador Dali, e Gala Éluard Dalí a sua esposa.

As Luzes e as Invasões Napoleónicas – Conferência

As Luzes e as Invasões Napoleónicas Cartaz-page-001 (1)

CONVITE

No dia 17 de Janeiro de 2014, sexta-feira, pelas 19.00H, o Museu Maçónico Português, realiza no Palácio Maçónico do Grémio Lusitano, a conferência “A Maçonaria Portuguesa – As Luzes e as Invasões Francesas”, a apresentar pelo Prof. Doutor António Ventura, no âmbito do ciclo Novos Paradigmas. Continuar a ler