Obra completa de Fernando Pessoa para download

Fernando Pessoa por Bottelho

Fernando Pessoa  Copyright 2013 © Bottelho

O portal Domínio Público disponibiliza para download a poesia completa de Fernando Pessoa. Embora sem uma ordem cronológica adequada e com edições repetidas, o acervo contempla toda a obra conhecida do poeta português. Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, em Junho de 1888, e morreu em Novembro de 1935, na mesma cidade. É considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal.

Os seus poemas mais conhecidos foram assinados pelos heterónimos Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alberto Caeiro, além de um semi-heterónimo, Bernardo Soares, que seria o próprio Pessoa, um ajudante de guarda-livros da cidade de Lisboa e autor do “Livro do Desassossego”, uma das obras fundadoras da ficção portuguesa no século 20.  Além de exímio poeta, Fernando Pessoa foi um grande criador de personagens. Mais do que meros pseudónimos, seus heterónimos foram personagens completos, com biografias próprias e estilos literários díspares.

Álvaro de Campos, por exemplo, era um engenheiro português com educação inglesa e com forte influência do simbolismo e futurismo. Ricardo Reis era médico e defensor da monarquia, com grande interesse pela cultura latina.  Alberto Caeiro, embora com pouca educação formal e uma posição anti-intelectual (cursou apenas a primária), é considerado um mestre. Com uma linguagem directa e com a naturalidade do discurso oral, é o mais profícuo entre os heterónimos. São seus “O Guardador de Rebanhos”, “O Pastor Amoroso” e os “Poemas Inconjuntos”.   O crítico literário Harold Bloom afirmou que a obra de Fernando Pessoa é o legado maior da língua portuguesa ao mundo.

Aqui: Toda a obra poética de Fernando Pessoa para Download

Anúncios

Aristides de Sousa Mendes

aristides sousa mendes

Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches  GCC OL (Carregal do Sal, Cabanas de Viriato, 19 de Julho de 1885 — Lisboa, 3 de Abril de 1954) Cônsul português que contrariando as ordens de Salazar, sacrificou a  vida pessoal e da sua família, em prole dos  perseguidos pelo regime Nazi. Estimativas apontam para cerca de trinta mil vistos emitidos pelo cônsul Sousa Mendes, dos quais dez mil a refugiados de confissão judaica. Entre eles o de Salvador Dali, e Gala Éluard Dalí a sua esposa.

Maçonaria tem de falar contra o “capitalismo opressivo”

António Arnaut

O antigo grão-mestre do Grande Oriente Lusitano não entende o silêncio da maçonaria perante o “drama social que estamos a viver”. António Arnaut defende que as ordens maçónicas devem “realmente intervir” contra “este capitalismo opressivo”.

António Arnaut não entende os motivos que levam os maçónicos a “ficar calados” enquanto Portugal vive um “drama social”.
O ‘pai’ do Serviço Nacional de Saúde, que em tempos foi grão-mestre do Grande Oriente Lusitano (GOL), pretende que a maçonaria recuse o papel de “cúmplice” e se manifeste publicamente contra “este capitalismo opressivo”. Continuar a ler