Fernando Lima vai ser grão-mestre do Grande Oriente Lusitano

Fernando Lima vai ser grão-mestre do Grande Oriente Lusitano

Fernando Lima,  deverá ocupar o cargo máximo da Maçonaria portuguesa a partir de Maio e candidata-se com a Lista A  classificada por fontes do i como potencial vencedora, …
Anúncios

António Reis “Sou grão-mestre e não reúno aqui com ministros para lhes dar instruções sobre o que devem fazer no governo”

António Reis

Grão-mestre revela que a maçonaria é uma organização de elites e funciona como uma família, mas rejeita a ideia de ser um “polvo”

O Grande Oriente Lusitano (GOL) é a obediência maçónica mais antiga em Portugal. Criada em 1802, esteve na origem da Revolução Liberal de 1820 e da queda da monarquia em 1910. Os principais responsáveis pelo movimento republicano eram maçons do GOL. E o governo da Primeira República era composto em grande parte por maçons. Cem anos depois, a maçonaria ganha cada vez mais força em Portugal. Nos últimos dez anos o número de maçons duplicou, mas poucos são os que se assumem como tal. São ministros, deputados, académicos, médicos, juízes, advogados… Em entrevista ao i, António Reis, grão-mestre do GOL e um dos mais antigos dirigentes do Partido Socialista, rejeita a classificação de “organização secreta” e diz acreditar que no futuro mais maçons irão perder o receio de se assumir. Continuar a ler