O Eterno Retorno: Estudos em Homenagem a António Reis

livro Antonio ReisO ex-Presidente da Assembleia da República e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, Jaime Gama, apresenta hoje, às 18h30, na biblioteca da Assembleia de República, o livro “O Eterno Retorno: Estudos em Homenagem a António Reis”.

A obra, coordenada pelos historiadores Maria Inácia Rezola e Pedro Aires Oliveira, é composta por dois textos que traçam o perfil do Professor António Reis – da autoria de Marcelo Rebelo de Sousa e Maria Helena Trindade Lopes – e 35 artigos repartidos por sete áreas que ilustram as preferências de Reis enquanto investigador, militante político e ex-grão-mestre do Grande Oriente Lusitano.

Nascido em 1948, António Reis militou “na sua adolescência, nas hostes da Acção Católica Portuguesa” e iniciou-se “na atividade política muito cedo posicionando-se como compagnon de route do Partido Comunista. Com apenas 21 anos, integra as listas da Comissão Democráticas Eleitoral (CDE) nas eleições legislativas de 1969. Data de então a sua amizade com Sottomayor Cardia com quem, mais tarde, coordenará a redação dos documentos programáticos do PS”, escrevem os dois coordenadores da obra editada pela Campo da Comunicação na introdução da mesma.

No início dos anos 70, aproxima-se da revista “Seara Nova”, “iniciando um dos momentos mais interessantes e premonitórios da sua vida”. Cria uma relação privilegiada com Raul Proença, ‘seareiro’ ilustre, desparecido em 1941.

O título deste livro sobre a múltiplas facetas de António Reis ‘inspira-se’ em Raul Proença, objeto da tese de doutoramento de Reis. Como recordam os coordenadores da obra que hoje é apresentada, no entender de Proença “a teoria do eterno retorno ‘rebaixaria a personalidade a um simples acidente, a uma simples combinação de átomos, máquina sem liberdade de espécie alguma, destinada a repetir eternamente os mesmos gestos, a trabalhar segundo um plano pré-estabelecido de toda a eternidade”.

http://wikilusa.com/wiki/Raul_Proença

Anúncios