Eleições no Grande Oriente Lusitano 2011-2013

Eleições no Grande Oriente Lusitano

Lisboa, 2 de Junho de 2011

É já amanhã 4 de Junho, a partir das zero horas  o sufrágio para a Eleição do próximo responsável máximo pela  instituição maçónica portuguesa fundada em 1802, o Grande Oriente Lusitano.

A concurso apresentaram-se 3 candidaturas. A  Lista A de Fernando Lima,  com um projecto dinâmico de continuidade. Na Lista B de Carlos Prata Dias, apresentou-se com um projecto de linha moderada e de alternativa. Em último lugar apresentou-se a Lista C de António Roseiro, conseguidos o número mínimo de apoiantes, a minutos da hora limite de entrega de Candidatura.

Dos 3 candidatos elegíveis salta de imediato a figura mediática de Fernando Lima cuja actividade profana e maçónica se pauta pela eficácia concretizadora na liderança de projectos organizacionais e de grupo, em Portugal e no Estrangeiro.

À  Lista B de Prata Dias ficou latente uma manifesta fraca capacidade mobilizadora não obstando a excelente reputação profissional e maçónica dos seus candidatos.

A  Lista C de António Roseiro, apresentou-se pelo “fechamento à sociedade civil”, ou um “voltar para dentro”, o que contradição com a linha de evolução da instituição nos últimos anos. Dirige numa associação de sem-abrigo de Lisboa.

Para caracterizar o perfil público dos candidatos encontramos disponíveis a Biografia de Fernando Lima em: Biografia de Fernando Lima  e uma página do Facebook de António Roseiro em: Facebook.  De Prata Dias não se encontraram referências pessoais em pesquisa Online.

Titus, 3 de Julho de 2011

Advertisements