GODF: Lojas têm a liberdade de iniciar mulheres

GODF: Guy Arcizet eleito o novo Grão-Mestre

Guy Arcizet

No âmbito do Convent anual do Grande Oriente de França realizou-se como previsto, em Vichy, no dia 1 de Setembro passado, um Colóquio Internacional sobre o Antimaçonismo a que assistiram mais de três centenas de maçons. Intervieram o Grão-Mestre Pierre Lambicchi, o Grão-Mestre Adjunto Patrice Billaud e vários oradores, entre eles: Pierre Mollier, Director dos Arquivos e Biblioteca do GODF, o Prof. Juan-Francisco Pont-Clemente que situou o tema na realidade da Espanha, o Historiador Luigi Prunetti e Grão-Mestre da Grande Loja de Itália que reflectiu sobre a contemporaneidade, o Prof. Jacky Nardoux recordou a política antimaçónica do regime de Vichy, o Prof. André Combes que focou o antimaçonismo na França de hoje.

O Grão Mestre do GOL, António Reis, numa intervenção muito aplaudida, cuja divulgação será oportunamente publicada, falou também do anti-maçonismo nos vários períodos da História de Portugal.

No contexto mais específico deste importante evento é de sublinhar que o Grão Mestre cessante Pierre Lambicchi, em nome do Instituto de Estudos Maçónicos de França, que reúne nove Obediências francesas, atribuiu ao Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano – Maçonaria portuguesa, António Reis, o mais elevado grau da prestigiada Ordem de Lafayette, a Grã-Cruz.

O Convent do GODF prolongou-se até ao dia 3 do corrente mês, tendo sido eleito como novo Grão-Mestre o Irmão Guy Arcizet e seus adjuntos os Irmãos Alain Fumaz e Claude Vaillant – que tinha sido um dos candidatos ao grão-mestrado. Refira-se que durante os trabalhos foi recusada por maioria a inserção da masculinidade nos estatutos do Grande Oriente de França e atribuída às lojas a decisão de iniciarem ou não mulheres.

in http://www.gremiolusitano.eu/

http://www.godf.org/

Anúncios